O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player



Artigos

COACHING EM MOMENTOS DE CRISE.

UMA CONVERSA COM ANDREA LAGES, EXPLORADORA DO SER HUMANO.

O COACHING, ALGO QUE FUNCIONA.

 

INVESTINDO PARA LUCRAR

O que você acha de investir em um processo que pode lhe trazer como retorno o aumento de produtividade, a retenção de executivos, mais motivação, maior satisfação e um alinhamento de seus valores com as metas da organização?

Imagine um profissional que reúna além das características de treinador esportivo, consultor empresarial e mentoring, possui aptidões técnicas e ferramentas que o diferenciam e potencializam as habilidades e competências de seus clientes, ampla experiência profissional, pessoal e profundo conhecimento no cotidiano do mundo corporativo.

Estamos falando do relacionamento de coaching, que segundo publicação recente da revista Fortune 500, mediante um estudo com 100 executivos para calcular o ROI (Retorno Sobre Investimento) este programa atingiu um ROI de 529%, isso mesmo, uma ferramenta de desenvolvimento que quintuplica o valor investido.

Coach é um profissional dos tempos modernos atuando de maneira a ser um orientador e apoio no processo do executivo ser o melhor que puder, obtendo mais satisfação e resultados positivos em tudo o que fizer, através do processo de coaching, que é cada vez mais requisitado por empresas, profissionais bem sucedidos, empreendedores e recém-formados.

Assim é o coach, um profissional que surgiu há pouco tempo no mundo empresarial brasileiro e hoje é considerado peça chave para o desenvolvimento organizacional das empresas e potencialização de talentos profissionais em busca de resultados definidos e mensuráveis.

Um dos precursores da profissão de Coach é o ex-treinador de tênis Timothy Galloway, que em 1974 publicou o livro “The inner game of tennis”, apresentando pela primeira vez o coaching esportivo adaptado ao chamado “jogo interior da mente humana”, ampliando suas aplicações a todos os campos da vida.

O coach traz, do mundo esportivo, o desenvolvimento de aptidões e competências, definição de estratégias, táticas e o comprometimento em obter resultados. Do consultor empresarial, explora o presente e ajuda o cliente a projetar e criar a visão necessária para desenvolver métodos de trabalhos eficientes e produtivos, enquanto o lado do mentoring reconhece e potencializa o talento nato de executivos e demais profissionais. Assim, direciona as ações de maneira congruente com as metas e valores do profissional e da empresa.

O coaching, além de ser uma das ferramentas mais modernas de desenvolvimento, é uma das únicas que possibilita um uso individualizado e personalizado de acordo com cada necessidade focado em resultados e com o alcance de mudanças consistentes e duradouras. Direciona a atenção do cliente para metas e resultados, tirando seu foco do problema e transformando pressão em propósito. É um up grade do pensamento estratégico, da atitude mental e do comportamento do executivo que passa a atuar de maneira mais proativa e assertiva, afetando o ambiente e as pessoas que o rodeiam.

O processo traz mais flexibilidade e uma maior adaptabilidade ao profissional para enfrentar os desafios do seu cotidiano nas empresas, características estas essenciais para o sucesso mediante os desafios do mundo corporativo atual, onde mudanças bruscas ocorrem constantemente.

É através do coaching que os profissionais e as equipes de trabalho atingem mudanças efetivas e duradouras, através de uma potencialização e sinergismo poderosos para atingir os melhores resultados que se quer através da alta performance, onde estabelece metas que garantem o aumento da produtividade e estabelecem relações produtivas e saudáveis no ambiente de trabalho.

O coaching pode ser realizado, principalmente, em quatro formas de atuação: executivo, pessoal, de vida e de equipe.

O coaching executivo procura trabalhar no desenvolvimento de liderança de profissionais que coordenam equipes de trabalho, atuando na análise e na busca por soluções em casos de administrações de crises, além de estabelecer relações saudáveis entre o executivo e os diferentes níveis de hierarquia dentro da empresa. Os novos empreendedores também encontram no coaching uma excelente alternativa para conseguir bons resultados na nova empreitada.

O coaching de carreira é voltado para os profissionais que já ocupam um cargo de destaque dentro de uma companhia, geralmente com um bom salário, mas que deseja seguir um novo rumo profissional. É comum casos de executivos com um emprego que todos gostariam de ter, menos ele, e o coach auxilia a transição profissional potencializando as suas competências para atuação em outra área. Outro perfil bastante trabalhado no coaching é o profissional recém-formado. Nesse período é fundamental que a pessoa tenha consciência do caminho que quer seguir na sua carreira e o potencial que ela tem para cada área de atuação dentro de sua formação.

O coaching de vida destina-se a pessoas que buscam melhoria na qualidade de vida e satisfação pessoal e profissional. Uma pessoa apoiada por um personal coach terá mais condições de viver em harmonia com os seus valores pessoais e profissionais.

Já o coaching de equipe consiste na definição de metas a serem cumpridas por uma equipe de trabalho e o constante acompanhamento do coach, que assim pode detectar falhas e desvios durante a execução, facilitando o cumprimento dos objetivos, evitando e administrando conflitos e diferenças.

O coaching traz diversos benefícios para o executivo e para a organização, sendo os principais deles:

Para o executivo:

•    Maior controle sobre a sua vida e sobre si mesmo.

•    Os objetivos ficarão mais claros e, uma vez eliminados os obstáculos, terá mais energia para alcançá-los.

•    Viverá em harmonia com seus valores.

•    Sua vida e seu trabalho se tornarão mais felizes e satisfatórios.

•     Profissionalmente será mais eficiente e capacitado e terá melhores resultados.

Para a organização:

•    É uma das ferramentas modernas de melhor custo-benefício dado os resultados alcançados.

•    Transforma organizações de centros de lucros para centros de pessoas que geram lucros.

•    É um investimento que produz um alto desempenho nos negócios.

•    Mantém colaboradores importantes e evita o custo de retreinamento e a perda de informações confidenciais para a concorrência.

•    É a maneira mais eficaz de desenvolver competências para obter um melhor desempenho dos profissionais cruciais e das equipes de trabalho.

•    É uma prova do compromisso de uma empresa com o desenvolvimento de seu pessoal e contribui para uma cultura organizacional de apoio com alto moral, retendo talentos.

•    Traz melhora significativa no trabalho em equipe.

Para tais resultados, o coaching geralmente pode ser aplicado com uma sessão semanal de uma hora de duração, podendo ser uma programação diferenciada para atender as necessidades do cliente. O valor do investimento em um relacionamento de coaching é definido depois de feita uma análise do objetivo do coaching e do tempo programado para a realização do trabalho. Sendo uma técnica marcante e expressiva que oferece um dos custos-benefícios que mais podem trazer retorno aos profissionais e sua organização.

Como diz Stephen Covey: “Poder é a faculdade ou capacidade para agir, a força e a potência para realizar algo. É a energia vital para fazer escolhas e tomas decisões. Também inclui a capacidade de suplantar hábitos profundamente arraigados e cultiva outros melhores e mais eficazes”. Este tipo de poder é parte do que o coaching pode te oferecer, trazendo também mais lucro para o profissional em desenvolvimento e para a empresa em que trabalha.



Flávio Souza

Trainer Coach da Lambent do Brasil e International Coaching
Community (ICC), Consultor e Palestrante

flaviosouza@institutopublico.com.br
www.institutopublico.com.br - institutopublico.com.br
www.lambentdobrasil.com - www.internationalcoachingcommunity.com


Todos os direitos reservados ©